Pac-Man: o que está por trás desta história de mais de 30 anos?

Pac-Man: o que está por trás desta história de mais de 30 anos?

Você sabe o que é arte digital
Você sabe o que é arte digital?
12/26/2016
Blog---Capa-SAGA--Blog---Advergame (1)
Advergame: entenda como o Marketing e os Games se uniram
01/16/2017
Exibir Tudo

Pac-Man: o que está por trás desta história de mais de 30 anos?

BLOG-PAC-MAN-30-anos2

Desde sua criação há 36 anos, o Pac-Man se transformou em um dos clássicos da indústria de games. O sucesso do jogo que revolucionou o fliperama e conquistou fãs em todo o mundo não ficou restrito ao mundo gamer. Até quem nunca jogou Pac-Man reconhece o mascote.

Apesar do sucesso desse ícone da cultura pop, a história do Pac Man é recheada de fatos desconhecidos mesmo entre os fãs. Reunimos algumas dessas curiosidades para você conhecer um pouco mais sobre esse game que abriu as portas para novas franquias e fez a ponte entre os fliperamas e os consoles que usamos hoje. Confira!

pizza-pac-man

Crédito da imagem: Tecmundo

Metade pizza, metade ideograma: a inspiração para a história do Pac-Man

O criador do jogo, Toru Iwatani começou a desenvolver o Pac-Man em 1979 e levou cerca de um ano para lançá-lo.

Quando questionado sobre a inspiração para a criação do jogo, Iwatani afirmou durante muito tempo que a ideia surgiu enquanto ele comia uma pizza sozinho e, ao retirar um pedaço dela, viu a forma do personagem tal como conhecemos.

Mas aí, alguns anos depois, ele revelou que a história era apenas parcialmente verdadeira porque o conceito visual do personagem trazia referências ao ideograma japonês que representa a boca.

Porém, independente da origem, Pac-man foi o primeiro mascote dos games e fez tanto sucesso que se tornou um êxito de merchandising, aparecendo em diversos produtos como bonecos, camisetas, mochilas, etc.

34657-Ms._Pac-Man_(USA)-1459514633

Crédito da imagem: emuparadise

Um jogo pensado para atrair o público feminino

Entre as décadas de 70 e 80, os fliperamas eram dominados pelo público masculino e os fliperamas costumavam ficar em espaços escuros e com pouca higiene.

Pensando nisso, Toru Iwatani buscou criar um jogo que conquistasse também as garotas e, com isso, tornar os fliperamas limpos, iluminados e melhor frequentados. O fato do personagem comilão também é uma referência ao público feminino. Segundo o criador, as garotas estão sempre comendo.

pacman-ghosts

Crédito da imagem: Mentalfloss.com

Cada fantasma com uma característica diferente

Quando o Pac-Man estava em fase de testes, os fantasmas do jogo eram todos vermelhos por sugestão do presidente da Namco, empresa desenvolvedora do game. Iwatani resistiu à ideia e contou com a ajuda dos testadores do Pac-Man para manter os fantasmas coloridos.

Mas a cor não é a única coisa que diferencia os fantasmas Clyde, Pink, Inky e Blink. Iwatani conferiu a cada um deles uma personalidade própria, o que era um conceito bastante inovador na época.

Clyde, o fantasma laranja, circula ao acaso durante o jogo. Pinky, o fantasma rosa, e Inky, o fantasma azul, estão sempre sempre à frente da boca do Pac-Man, interceptando o jogador. Já o Blink, o fantasma vermelho, é o único que de fato persegue o protagonista.

AAEAAQAAAAAAAAfnAAAAJGYxNjgzNWU2LWFjNmItNGZmOC1hMTQyLWJiNzNmOTdiNDE1ZQ

Crédito da imagem: LinkedIn

A mecânica Power-Up

Muito antes do Super Mário e seus cogumelos, o Pac-Man trouxe a ideia de um Power-Up dentro do jogo, concedendo mais poder e/ou sobrevida ao jogador.

A mecânica funciona de forma muito simples: ao comer as pílulas energéticas, o personagem pode, durante um tempo limitado, devorar todos os fantasmas que o perseguem e tentam destruí-lo.

Sabe de onde veio a inspiração para esse Power-Up? Do desenho do Popeye, onde o famoso protagonista se torna mais forte para combater os vilões após comer espinafre.

hqdefault

Crédito da imagem: Jamey Pittman

Um jogo sem final

Mesmo que você vença as 255 fases de maneira ininterrupta e chegue no nível 256, há um bug que torna impossível continuar jogando. Talvez seja esse o grande plot twist do jogo: Pac-Man não tem um final propriamente dito.

A ideia então é a de aproveitar a jornada em uma trajetória perfeita, completando 255 fases sem perder nenhuma vida. Se você conseguir chegar até lá, aproveite para coletar itens, devorar os fantasmas e usar as pílulas energéticas antes que o game impossibilite a continuação.

54432--pacman-o-que-esta-por-tras-desta-historia-de-mais-de-30-anos-

Pac-Man no museu

Em 2012, o MoMa (Museu de Arte Moderna de Nova York), anunciou a aquisição de 14 games para seu acervo, incluindo o jogo original de Pac-Man.

A exposição do game fica ao lado de uma tela e um controle de fliperama para quem deseja ter a oportunidade de jogá-lo.

Você já conhecia a história do Pac-Man? Aproveite as redes sociais para compartilhar com seus amigos as curiosidades sobre esse personagem que marcou gerações dentro e fora dos jogos!

Start seu Futuro!

Vá até a escola SAGA mais próxima e matricule-se no Curso PLAYGAME